English version
  Versão em Português

   O Club
   O Bulldog
   Ranking
   Os criadores
   Os Criadores Estrangeiros
   Os Sócios Contribuintes
   Aonde estamos
   Como se associar
   Serviços BCB (para sócios)
   BulldogStore
   Filhotes para venda


Criação


    HOME | Mapa do Site | Entre em contato | Outros Links | Entrada de Sócios



Crianças e Bulldogs - Uma criança que tenha um cão para cuidar, aprende a ter responsabilidade

Instrua os pequenos membros da sua família sobre os cuidados que se deve dispensar aos Bulldogs.



Por: Gabrielle E. Forbush.

As crianças devem aprender não só quais são as suas obrigações, senão respeitá-los e tratá-los com a consideração que se deve. Há que se imbuir as crianças que os filhotes de Bulldogs tem certas necessidades, igualmente as que têm os seres humanos, e que todos os membros da família devem tomar parte ativa para assegurar que tais necessidades fiquem satisfeitas.

Alguém deve ser o responsável para dar a comida ao bulldog; alguém deve levá-lo para passear algumas vezes ao dia e fazer a limpeza, se este cão estiver acostumado a fazer suas necessidades nas folhas de jornais; alguém deve escova-lo, limpar-lhe as orelhas e cortar-lhes as unhas de vez em quando; alguém deve assegurar-se de que tenha feito exercício suficiente e receba a cada dia a atenção necessária.

Uma criança que tenha um cão para cuidar, aprende a ter responsabilidade, não obstante, para esta experiência é indispensável a orientação paterna. Muitos meninos têm para com os cães um carinho que “mata”, apertando e abraçando de forma que os irritam e os atormentam. Outros os molestam, quem sabe, sem intenção, enquanto eles estão comendo ou descansando. Tem que se ensinar às crianças como e quando pegar suavemente ou acariciar a um filhote. Ao mesmo tempo as crianças podem aprender como recolher e levanta-los cuidadosamente. A um cão sempre há que se recolher com as duas mãos e não levantá-lo pela nuca. Uma mão embaixo do peito, entre as patas dianteiras, e a outra mão sustentando a parte de trás é uma forma cômoda de manejo, e ao mesmo tempo mostra para as crianças a forma adequada de se levantar um filhote.



Foto de Herbert Willecke - ninhada Bluhund - Nesta foto as crianças levantam os filhotes com o necessário cuidado.

Seja um bom vizinho.

Para o bem e para a segurança do teu cão não o permitas correr pelas propriedades alheias, mantenha-o a todo o momento confinado em teu próprio terreno ou no interior de sua casa, caso seja um condomínio, onde não possam molestá-lo.

Pense nos perigos potenciais de um cão sem a guia (correia) que tenha absoluta liberdade pelo exterior, sobretudo se não está sob o campo de visão do seu dono. Terá que se esquivar de automóveis nas ruas e nas rodovias. Há animais vagabundos com os quais poderá lutar quando atacado, há venenos por todas as partes, tais como inseticidas, venenos para ratos, plantas ou arbustos tóxicos que se forem ingeridos poderão resultar um quadro de fatalidade. Também existem ladrões de cães ou gente sádica que pode recolher ou prejudicar o seu estimado animal. Em resumo, existe toda a sorte de coisas esperando para causar danos. Sabias que se os cães ingerirem certos alimentos putrefatos podem cair em estado de shock e inclusive morrer ? Sabias que se deixares o cão solto num bosque ou no campo ele pode ficar infectado de parasitos e se alcançar alguma pequeno animal , por exemplo um roedor, poderá carregar o seu organismo de pequenos parasitos ? Pode-se evitar que se crave um pequeno espinho na almofada plantar das patas ou que se infecte com fungos ou seja vítima das urticárias provocadas por plantas irritantes como a urtiga, por exemplo. Tomando a precaução de manter o cão confinado num local seguro frente a tais perigos e não permitindo que o seu cão corra solto.

Atualmente muitas cidades e povoados de paises estrangeiros têm ordenanças destinadas a conservar os cães domésticos e em algumas destas localidades existe um controle oficial ou guardas com a missão de apoiar regulamentos. De efeito, em muitos lugares, se impõe uma multa aos proprietários que se descuidam do controle do controle dos seus animais. Algumas dessas ordenanças exigem que o cão seja levado ao passeio adequadamente na guia. Em algumas poucas áreas ao proprietário do cão é proibido a permitir que seu cão, seja com a guia (correia) ou sem ela, defeque ou urine na propriedade alheia. Em muitos lugares existem leis que exigem uma licença para ter um cão e que este esteja vacinado contra a temida raiva. Naturalmente estas leis variam de lugar para o outro, pelo que para evitar contrariedades legais informa-te quais são as normas que regem a tua localidade ou a localidade a que esteja visitando com o seu cão, que te afetem como proprietário. Tens que observar que as leis não se promulgam só para proteger a cidade das destruições causadas pelos cães, senão também para proteger os mesmos cães.

Por tanto não espere que o teu cão moleste acidentalmente a uma criança ou que derrube a lata de lixo do visinho, ou que escave buracos na propriedade alheia, ou que estrague o maciço de flores cuidadosamente cultivadas no jardim da casa ao lado para assumir a sua responsabilidade. Adote uma atitude apropriada tão logo o companheiro de quatro patas seja convidado a formar parte da família.



Acesse as contas do facebook do Bulldog club do Brasil através dos links abaixo relacionados


Autor BCB NEWS
em 2/1/2018

Links relacionados:
PÁGINA COM A RELAÇÃO DE LINKS DOS CANIS ASSOCIADOS COM FILHOTES DE BULLDOG

FACEBOOK DO BULLDOG CLUB DO BRASIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS
FACEBOOK THE BULLDOG CLUB OF BRAZIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS