English version
  Versão em Português

   O Club
   O Bulldog
   Ranking
   Os criadores
   Os Criadores Estrangeiros
   Os Sócios Contribuintes
   Aonde estamos
   Como se associar
   Serviços BCB (para sócios)
   BulldogStore
   Filhotes para venda


Criação


    HOME | Mapa do Site | Entre em contato | Outros Links | Entrada de Sócios



A_procriação_seletiva e as pessoas afetadas pela "cegueira do canil". O vício de lucrar sobre marketing em cima do mérito alheio

Quando nós pensamos em procriação seletiva nós pensamos em melhoria da raça, não em conquistas efêmeras



Bulldogs reproduzidos aleatoriamente, em escala comercial e sem atender critérios seletivos, reproduzidos em série geram filhotes acometidos por atipicidade progressiva.

A procriação seletiva e as pessoas.

Quando nós pensamos em procriação seletiva nós pensamos em melhoria da raça, pensamos em melhoria de conformação, tipicidade, temperamento, a melhoria geral para a raça.

Todos os detalhes são importantes, mas o que pensam as pessoas e o que estão fazendo com a procriação da raça? Nós precisamos perguntar: “Quais são os seus reais motivos? Eles estão tentando melhorar a raça e as suas linhas de sangue, ou fazendo um trabalho irrelevante para o futuro da raça, apenas para ganhar dinheiro?"

Algumas pessoas produzem dezenas de filhotes de baixa qualidade a cada ano, principalmente quando não conhecem bem o padrão da raça e nem se interessam em estudar genética, escolhendo o modo correto de selecionar.



Há proprietário de canis que durante toda vida de atividade agem como se novatos fossem, e assim prosseguem fazendo o que fazia quando ingressaram na atividade, seguem pagando por filhotes de melhor qualidade adquiridos noutro canil para poder ter um animal de qualidade decente para levar nas exposições e usá-lo nas coberturas das cadelas férteis porque os machos por eles produzidos geram filhotes medíocres (quando são típicos geram proles atípicas), assim compreendem eles a seu modo que "se tornaram criadores".

Às vezes os filhotes sofrem por falta de tratos adequados, muitas vezes a matriz sofre por assistência inadequada durante todos os estágios que precedem o parto e depois também. E se esses não obtiverem sucesso outros filhotes virão de uma nova fábrica de cães que se estabelecerá que vive comprando bulldogs no canil de terceiros para expô-los como se houvesse mérito para o canil em expor a criação alheia, usando cão com outro afixo. Prática meramente comercial que denuncia o "criador" que não domina a prática da criação, e quer apenas dinheiro fácil oriundo do uso especulativo das exposições caninas para obter valores resultantes do trabalho alheio. Produzindo filhotes de primeira geração satisfatória percebe-se que a continuidade daquele tronco já surge uma genética diluída na qualidade.

As fábricas de cães são normalmente espasmódicas com animais submetidos a estresse sem cuidados emocionais.

Maior parte do tempo os proprietários dessas fábricas de cães não têm em sua maioria matrizes de baixa qualidade, adquirem uma macho num canil de fora levando-o em seguida para pontuar no ranking e depois de montar enorme propaganda sobre a qualidade do reprodutor de genética alheira passam a fazer cobertura desse animal (usando seu nome e seus títulos) em cima de cadelas medíocres produzindo gerações de bulldogs incapazes de prosseguir na qualidade do pai.

Essa prática de cacarejar mostrando o ovo posto por outra galinha visa suprir financeiramente as atividades do canil, emergências médicas e contender os custos gerais dessas. São canis meramente voltados para o comércio chulo.

Não manejam corretamente a seleção nem geram filhotes que se tornem prepotentes, por isso precisam estar sempre comprando novos machos que são levador para exposições. A vida transcorre que as matrizes não conferem proles de boa qualidade e o nível de mortalidade de filhotes que nascem é elevado, são dependentes 100% de assistência veterinária, até para regular o período fértil da matriz e quando novamente se deparam com um quadro estarrecedor de atipicidade lá vão eles caçando outro canil que possa ser fornecedor daquilo que há anos ele tenta e não consegue fazer, gera filhotes com genótipo que lhe dê autossuficiência no manejo da seleção.

Os inocentes filhotes, as matrizes, e a raça que tanto amamos sofrem danos com esse manejo especulativo baseado na seleção inadequada de mesclar baixa qualidade usando nome e reputação de um padrador de melhor qualidade vindo de fora e colocado nas exposições... E esse estado lastimável vai se perpetuando pois o promotor dessas fábricas têm dezenas de cães e cadelas mas faz marquetagem em cima de apenas um, aquele de melhor qualidade que ele adquiriu fora, extramuro do próprio canil, originado na criação de terceiro sem se dar conta que isso é como assinar uma confissão de incompetência.

A grande quantidade de Buldogs e de filhotes de baixa qualidade que são observados nas pistas, com caudas atrofiadas, despigmentação de pálpebras, orelhas em botão, e temperamento atípico comprova isto.


Autor BCB NEWS
em 28/9/2017

Links relacionados:
PÁGINA COM A RELAÇÃO DE LINKS DOS CANIS ASSOCIADOS COM FILHOTES DE BULLDOG

FACEBOOK DO BULLDOG CLUB DO BRASIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS
FACEBOOK THE BULLDOG CLUB OF BRAZIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS