English version
  Versão em Português

   The Club
   The Bulldog
   Ranking
   Breeders
   Oversea Breeders
   Membership
   Where We Are
   Membership Subscription
   BCB Services (Member Only)
   Bulldog Store
   Puppies to Sell


Criação


    HOME | Site Map | Contact us | More Links | Members Login



Cuidados com o Bulldog no inverno

Durante a estação mais fria do ano, os donos de Bulldogs devem redobrar os cuidados com os seus animais de estimação.



Redobre o cuidado com o seu Bulldog nos dias mais frios

Ao contrário do que muita gente pensa, os Bulldogs também sentem frio e ficam mais propensos a doenças durante o inverno.

Os animais de pelagem curta são mais sensíveis ao frio, assim como os mais magros, pois a gordura corporal funciona como isolante térmico. O órgão mais vulnerável a friagem são os pulmões, portanto, doenças respiratórias são mais comuns nesse período, como a traqueobronquite infecciosa canina (“tosse dos canis”). E, com a queda da temperatura, animais que possuem problemas osteoarticulares tendem a sentir mais dor devido à constrição vascular.

No inverno há um aumento do apetite, pois para manter a temperatura corporal há um desempenho maior do metabolismo. Bulldogs obesos ou com tendência a engordar devem ter a alimentação controlada com rações hipocalóricas. Em dias frios também há perda de líquido, portanto, a ingestão de água é tão importante como no verão para evitar a hipohidratação.

Algumas raças têm a proteção natural de uma densa pelagem composta por pêlos e sub-pêlos, assim ficam agasalhados providos por uma proteção natural, já que a pelagem atua como uma manta (ou um agasalho)

Esse, porém, não é o caso dos Bulldogs que têm pêlos curtos, pois, o comprimento e a espessura são as mesmas de um cílio humano, assim eles sofrem com as temperaturas baixas e podem se resfriar por hipotermia. A roupinha torna-se necessária para aquecê-los. Elas devem estar sempre limpas, devem ser confortáveis, no tamanho certo e de material antialérgico.

A Sra. Stellamaris da Luz Rodrigues, Sócia fundadora do BCB, residente no Rio Grande do Sul, disse que a temperatura nesse inverno baixou muito no seu Estado. Ela informou para a Redação do BCB Online: "Dá pra imaginar o que seja seis graus abaixo de zero, levando em conta que o vento produz a sensação térmica ao redor de - 20 graus??!!. A lareira queima lenha dia e noite e mesmo assim o frio é inclemente"



A Sra. Stellamaris, a melhor criadora de bulldog do seu Estado, é a proprietária do STELLFER_KENNEL, um canil especializado na raça Bulldog de sólida reputação na criação de bulldogs. Ela complementa seus comentários: "Todos os meus bulldogs estão com duas roupas, além dos cobertores para aquecê-los..."
Ela complementa: "Se a roupa do inverno passado ficou pequena para o bulldog porque ele cresceu, então vale improvisar! Tudo o que não serve mais para o meu filho Raphael adivinha para onde vai? Cortei o gorro da blusa que irrita os bulldogs, logo após fazer a foto acima. O importante é abrigar o corpo do bulldog mantendo-o bem aquecido para evitar a hipotermia, principalmente durante a madrugada quando a temperatura cai mais"

Na região Sul algumas madrugadas mais frias do ano 2009 os termômetros chegaram a registrar 6,3ºC negativos. O recorde aconteceu na cidade de Vacaria. Na capital Porto Alegre, mínima chegou a 0ºC pela primeira vez desde 2000...A imprensa noticiou nos últimos dias.

Nem todos bulldogs se adaptam à roupinha, nesses casos, o melhor é deixá-los à vontade e não insistir, mas, os Bulldogs devem ter uma cama que obrigatoriamente deve estar com temperatura agradável, longe de friagem e do vento, revestida com colchão ou edredom para melhor aquecê-los. Para isso um aquecedor a gás pode substituir o agasalho quando o bulldog não se adapta a roupa.

Na hora de dar banho em dias de baixa temperatura, a água deve estar morna e após o banho ele deve ser secado com secador.

É importante cuidar corretamente dos bulldogs dentro de casa, independente da estação do ano. Deixá-lo sempre com água fresca, com alimentação de boa qualidade, se possível, duas vezes ao dia. Oferecer os devidos cuidados relativos à higiene, como ambiente sempre limpo e pêlos sempre escovados. E caso haja algum problema, procurar um médico veterinário para esclarecer maiores dúvidas.

Colaboração de texto e fotos: Sra. Stellamaris - STELLFER Kennel.



Acesse Seção de filhotes disponíveis para venda dos canis associados e veja os vídeos desses filhotes
no facebook Bulldog Club do Brasil logo, através de visita às páginas pelos links abaixo relacionadas


Autor BCB NEWS
em 4/5/2018

Links relacionados:
PÁGINA COM A RELAÇÃO DE LINKS DOS CANIS ASSOCIADOS COM FILHOTES DE BULLDOG

FACEBOOK DO BULLDOG CLUB DO BRASIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS
FACEBOOK THE BULLDOG CLUB OF BRAZIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS