English version
  Versão em Português

   The Club
   The Bulldog
   Ranking
   Breeders
   Oversea Breeders
   Membership
   Where We Are
   Membership Subscription
   BCB Services (Member Only)
   Bulldog Store
   Puppies to Sell


Criação


    HOME | Site Map | Contact us | More Links | Members Login



Conheça o Bulldog antes de adquiri-lo

O Bulldog é um cão muito especial, antes de adquiri-lo conheça a raça.




Observando as imagens acima você terá uma clara idéia de como deve ser um Bulldog na idade adulta. Os desenhos acima retratam o Bulldog com a proporção e simetria que um exemplar da raça Bulldog deve possuir.

A simetria é um conjunto de detalhes físicos indescritivelmente bonitos, que faz com que todas as diferentes partes do corpo se ajustem para formar o Bulldog ideal.

O filhote de Bulldog, entre 2 e 3 meses de idade (período em que se processa a aquisição) vive a fase inicial do desenvolvimento morfológico; Devido a pouca idade não apresenta o completo desenvolvimento da cabeça e a musculatura não está definida ainda, aspectos determinantes para o correto fenótipo, a proporção e simetria.

Ter acesso aos pais para ver pessoalmente o pai e a mãe do filhote no momento que for adquirir um filhote de Bulldog é uma importante precaução que o interessado na raça precisa ter.

Uma visita ao canil seria a melhor opção. Caso você possa se deslocar até o local para uma visita imprima os desenhos que estão na parte superior deste artigo e compare-os com o pai e a mãe do filhote que você deseja adquirir.

O filhote não é uma "cópia exata" do pai ou da mãe, mas ele herda 50% dos cromossomas de cada um dos pais. Muitas vezes um filhote herda um biotipo (fenótipo) similar do pai, da mãe ou de um ancestral (próximo ou remoto) presente nos distintos genótipos (carga genética) dos pais, outras vezes herda o conjunto de qualidades ou então herda o conjunto de defeitos dos pais conjuntamente (na maior parte dos casos pelo menos um filhote herdará os defeitos). Neste caso, quando os pais são cães com fenótipos comprometidos, considerados de baixa qualidade (cães medíocres e sub-tipos) significa que o filhote por eles gerado terá uma ampla perspectiva de se tornar um cão adulto de baixa qualidade...Se é isso o que você está procurando, "um Bulldog de baixa qualidade e um sub-tipo", então, adquira esse filhote.

Se você procura um Bulldog do tipo certo e de acordo com o padrão oficial, então, antes de adquirir um filhote você deve conhecer os pais dele, e se você ficar satisfeito com o você que vê, você deve comprar o filhote; Esta é a forma adequada para adquirir um Bulldog de qualidade.

O autêntico Bulldog é dócil, afetuoso e 100% confiável na relação inter-espécie com o ser humano. É um cão pesado e deve ser baixo e atarracado, de frente larga, de traseira leve, de cabeça proporcional e com "boas rugas" bem distribuídas. Todas as características que fogem à esta descrição evidenciam que o Bulldog não estará plenamente encaixado na proporção que o padrão da raça requer.

Um bom Bulldog, obrigatoriamente, deve chamar a atenção por onde passa e não fica despercebido quando está em local público. Quando um bulldog tem potencial no biótipo ele ao ser colocado próximo a outro Bulldog ele se destaca sobre o outro Bulldog. Portanto se o seu padrão de exigência é "QUALIDADE", assegure-se antes de adquirir um filhote. Conheça a raça Bulldog antes de adquirir um exemplar da raça Bulldog.

Precisa de ajuda? Escreva suas dúvidas para o Bulldog Club do Brasil para eventuais esclarecimentos sobre o standard do bulldog, você será correspondido.

No decorrer de 11 anos de atividade, o Bulldog Club do Brasil editou, entre diversos temas publicados, uma gama de artigos técnicos inerentes ao Standard racial da raça Bulldog. Esses artigos são de extrema importância para todos aqueles que desejam conhecer a raça Bulldog para criá-la bem. Os artigos técnicos publicados estão permanentemente arquivados na parte interna do Portal do BCB compondo um acervo na Biblioteca Virtual para a consulta dos associados BCB. A leitura desses "artigos técnicos" tem preparado os interessados para a melhor aquisição de um Bulldog de reconhecida qualidade (seja filhote ou adulto)

Via de regra adquira o seu Bulldog num canil associado ao Bulldog Club do Brasil. O criador associado ao BCB está freqüentemente lendo artigos técnicos editados no Portal do BCB, assim, está melhor preparado para selecionar os melhores cães, aqueles Bulldogs que gerarão os melhores filhotes (Bulldogs mais típicos).


Os assuntos técnicos para consulta dos associados do Bulldog Club do Brasil estão distribuídos por temas nas quatro seções abaixo relacionadas:

32 -Standard Oficial

34 - Standard Oficial Ilustrado

37 - Standard Considerações

36 - Morfologia do Bulldog


Os artigos estão arquivados em quatro links na parte interna do Portal BCB:

LINK 32 - Standard Oficial

THE BULLDOG BREED STANDARD


O Standard original Standard Oficial

LINK 34 - Standard Oficial Ilustrado

Detalhes do Standard Oficial


Aparência geral.

Aparência geral. Interpretação do Standard.

Lay-Back

Fechamento da mandíbula e Lay-Back.

Posteriores e anteriores.


Cabeça correta.

Cabeça na proporção do Standard.

Cabeças Defeituosas.

Tipos de cabeças defeituosas.

Tipos de orelhas defeituosas

A orelha ereta nunca foi admitida na raça Bulldog. Os três tipos de orelhas: de "botão", de "tulipa" e a em "rosa" faziam parte do padrão da raça no passado. Hoje as orelhas de botão e de tulipa são admitidas, mas são consideradas incorretas. A orelha em "rosa" é a CORRETA e pela qual o criador deve selecionar os seus exemplares.

Proporção do tronco - visto de cima.

Defeitos do conjunto.

Formato das patas.(pés)

Tipos de caudas.

LINK 37 - Standard Considerações

Uma teoria sobre a cauda do Bulldog
.
(autor: artigo escrito por M Moran).

Não perca o roach-back de vista
(autor: G. Santana de Barros)
A inserção da cauda influi, determinantemente, na correta conformação da anca do Bulldog, pois da inserção da cauda (parte superior da cauda) dependerá a demarcação da base do arco do roach-back.

Tronco e Articulações
(autor: Umberto Cuomo)
Também ao descrever o corpo do Bulldog, o standard mantém no presente o conceito de cão de combate.

Pêlo e cor
(autor: Standard - Considerações)
O standard prevê um pêlo brilhante, curto, com cores uniformes ou rajadas (tigradas). Anteriormente era utilizada uma graduação de cores preferenciais; pratica deixada de lado.

O Andar do Bulldog
(autor: Standard - Considerações)
O andar correto do Bulldog está, intrinsecamente, relacionado à estrutura óssea da raça.

O Temperamento do Bulldog
(autor: Standard - Considerações)
Um aspecto a ser considerado, em geral, no Bulldog, é o caráter descrito no pelo standard.

Como avaliar o lay-back.

O lay-Back é uma linha imaginária traçada para averiguar se o Bulldog está com o relevo da face NIVELADO, de acordo com o que determina o Standard da raça.

O Peso do Bulldog

CAUDA - Considerações sobre o Standard do Bulldog.

PÊLO & COR - Considerações sobre o Standard da raça Bulldog
As dúvidas sobre cores do pêlo podem ocorrer.

O Standard da Raça Bulldog protege a raça I.

Seguir o que está prescrito no Standard da raça Bulldog é o caminho mais seguro para produzir bulldogs típicos.

O Standard da Raça Bulldog protege a raça II.

O Standard é o mecanismo que possibilita ao criador manter a raça com as suas características inalteradas, por gerações e gerações no decorrer de décadas, quem sabe, um século.

O Standard da Raça Bulldog protege a raça III.

Seguir o que está estabelecido no Standard da raça Bulldog é o caminho mais seguro para o sucesso, pois possibilitará a você produzir bulldogs típicos.

Tabela para Julgamento da Raça Bulldog

Como o Bulldog é julgado na Europa.

Anteriores é o mesmo que pés ?
Standard Considerações.

A orelha do Bulldog

A orelha da raça Bulldog Inglês recebe a denominação de "orelha em rosa"; sendo uma característica da raça a conformação peculiar e original da orelha. O Standard observa, na descrição da orelha "em rosa”, que o pavilhão auricular obrigatoriamente deve ficar exposto.

Defeitos na raça Bulldog

Em defesa dos padrões oficiais.
(autor: Hendrick J. van der Merwe)
Vida longa ao padrão oficial da raça e aos verdadeiros exemplares machos e fêmeas resultantes dele.

A Frente do Bulldog

Apresenta os anteriores os mais separados possíveis, sem tender para o HIPERTIPO.

A Movimentação do Bulldog.
(autor: Edward M. Vardon, M.D.)
Pediram-me para escrever algumas palavras interessantes sobre a “movimentação” do Bulldog, e isso me levou a pensar como realmente pode ser diferente a movimentação desta raça.

Proporção e Simetria
(autor: Edward M. Vardon, M.D.)
Simetria no Bulldog é aquele conjunto de coisas indescritivelmente bonitas, que faz com que todas as diferentes partes se ajustem para formar o Bulldog ideal.

Tipo - Type
(autor: Norman Davis. Canil Occobo)
Para conhecer e apreciar qualquer tipo de raça, primeiramente deve-se reconhecer por completo o “tipo Mundial” em relação à exposição de cães. Muitos juízes constroem sua reputação por preferir ou favorecer certas características da raça – mandíbulas sobrepostas, o dorso e até mesmo a cor são os “fetiches” mais comuns entre juízes de Bulldog.

Nariz de Mariposa.

Uma matéria sobre o Dudley Nose está publicada no link Standard Considerações. Esta citada matéria também aborda uma outra falta desqualificante denominada por Nariz de Mariposa. O Nariz de Mariposa é o tema principal deste Artigo.

Defeitos na raça Bulldog

O "ASPECTO GERAL" é o mais importante item a ser julgado num cão desta raça. Um bom Bulldog deve ver-se de imediato muito FORTE, SÓLIDO, ATIVO, seu aspecto deve infundir temor, ainda que sem se mostrar agressivo.

O Dudley nose.

Considerações sobre o Standard da Raça.

Como todos os Standards de qualquer raça, também o do Bulldog descreve como deveria ser um exemplar ideal, o tipo perfeito de cão que, sem dúvida, realmente é difícil de possuir.

QUE É O STANDARD ?/

O Standard (Padrão) de uma raça, é uma descrição detalhada das características físicas e temperamentais que e o cão desta raça deve ter. Por G. Santanna de Barros.

DIFERENÇAS ENTRE STANDARDS NA RAÇA BULLDOG

A existência de duas vertentes de uma só raça BULLDOG INGLÊS promove alguns equívocos. Conheça os cinco pontos que diferenciam o Standard Oficial do "The Kennel Club" (U.K.), da VERSÃO do Standard da raça Bulldog Inglês que existe nos U.S.A. (American Kennel Club - A.K.C.)

Uma raça deve ter dois padrões?

Defeitos na raça Bulldog - Cabeça de Ladrilho.

CABEÇA DE LADRILHO. Uma cabeça vertical - contrária ao que prescreve o Standard Inglês "The Kennel Club" (U.K.) - é admitida no Standard Americano (A.K.C.)

STANDARD RACIAL DO BULLDOG - CONSIDERAÇÕES.

Como todos os Standards de qualquer raça, também o do Bulldog descreve como deveria ser um exemplar ideal, o tipo perfeito de cão que, sem dúvida, realmente é difícil de possuir.

Bulldogs com a frente estreita.

Um Gene atávico que ocasiona atipicidade grave e irreversível na raça Bulldog.

O Temperamento do Bulldog

Um aspecto a ser considerado, em geral, no Bulldog, é o caráter descrito no pelo standard.

LINK 36 - Morfologia do Bulldog

A Estrutura do Bulldog

O peso do Bulldog

Pontos da Anatomia Funcional.

Aparelho esquelético-muscular

Aparelho tegumentário (a pele)

Órgão dos sentidos

Os dentes e a idade do Bulldog

O peso do Bulldog.


*Na hora de comprar o filhote, a regra básica é selecionar o canil e evitar adquirir uma raça tão valiosa tendo como referencial apenas o preço, pois no futuro você poderá constatar que o valor pago não corresponde ao cão adquirido (pagando mais por um produto que vale menos...Pagando barato por um cão que vale menos do que foi pago). Não compre papéis de quem se vangloria ter os Bulldogs "mais premiados", etc...Lembre-se que super-bulldogs produzem filhotes medíocres tanto aqui no Brasil quanto em qualquer parte do mundo (e no Brasil tem acontecido com freqüência). Adquira o um Bulldog cuja qualidade pode ser percebida visualmente.

Via de regra, adquira um Bulldog com um criador sério e responsável, se possível um associado ao Bulldog Club do Brasil. No Bulldog Club do Brasil os associados estão comprometidos com criação pautada num rigoroso Código de Ética.


Autor BCB NEWS
em 28/7/2017

Links relacionados:
PÁGINA COM A RELAÇÃO DE LINKS DOS CANIS ASSOCIADOS COM FILHOTES DE BULLDOG

FACEBOOK DO BULLDOG CLUB DO BRASIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS
FACEBOOK THE BULLDOG CLUB OF BRAZIL - VÍDEOS DE FILHOTES DISPONÍVEIS